Ginecologia com atuação em Reprodução humana

Não há uma causa específica para a infertilidade. Muitos são os fatores que podem colaborar para infertilidade: herança genética, doenças, disfunções de ovulação, endometriose, consumo excessivo de álcool e cigarro, e até mesmo o excesso de peso.

Sim. A medicina moderna oferece tratamentos para infertilidade, que vão desde prescrição de remédios para induzir ovulação até tratamentos de fertilização assistida. Na LIFE CLINICA, oferecemos tratamentos a partir dos diagnósticos realizados após rigorosos exames. Cada caso é tratado individualmente, com acompanhamento e de forma humanizada, buscando, sempre que possível, reverter os quadros de infertilidade.

A endometriose é uma das principais causas de infertilidade feminina.
Para diagnosticar endometriose, o médico, após consulta e avaliação, pode solicitar a realização de exames específicos, tais como exames de imagem (ressonância magnética nuclear e ultra-sonografia com preparo intestinal). Os tratamentos são conduzidos conforme cada caso.

A inseminação artificial consiste basicamente em recolher o sêmen masculino e fazer sua transferência para o útero durante o período em que a mulher está ovulando. Já a fertlização in vitro (FIV) consiste em coletar o espermatozoide do homem e o óvulo da mulher e fertlizá-los em laboratório. Uma vez fertilizados, os embriões são transferidos para o útero.

Obstetrícia

O organismo feminino produz vários hormônios durante o período de gestação que interferem no metabolismo da mulher. E a sensação de tanto sono na gravidez é resultado da produção hormonal da glândula tireoide. A gestante deve respeitar seus momentos de sono.

Neste momento tão especial de formação do beb~e no útero materno, a ingestão de álcool é contra-indicada , sobretudo no primeiro trimestre. Existem estudos que associam o consumo de álcool à restrição de crescimento do feto.

Existem vacinas que são recomendadas para as gestantes e algumas que são contra-indicadas neste período de gestação. E há vacinas que são recomendadas ás mulheres grávidas somente em circunstâncias especiais . Por isso, a mulher grávida deve sempre consultar o médico antes de optar pela vacinação.